Museu Histórico abriu as portas mais uma vez para a manifestação de fé e cultura.

 

A tradição centenária do congado ganhou destaque mais uma vez na programação cultural da Prefeitura de Pará de Minas. O projeto Quinta no Museu recebeu na noite desse 18 maio, as cinco guardas de congo da cidade. Uma a uma, elas chegaram e com o jeito único e característico da manifestação religiosa, saudaram a imagem de Nossa Senhora do Rosário. “Estamos cumprindo nosso objetivo que é de preservar, valorizar e divulgar a nossa memória. Uma das raízes culturais mais legítimas do nosso povo são as congadas, tradição originada dos negros, da escravatura. É preciso sim preservar os cantos, as tradições e o sincretismo religioso que os negros foram capazes de criar ao dar tanta contribuição cultural ao nosso país”, disse Ana Maria Campos, Gerente do Museu Histórico de Pará de Minas.

O público cativo do projeto mensal da Secretaria Municipal de Cultura marcou presença mais uma vez. A apresentação provou que o Quinta no Museu é um evento multicultural que reúne música, teatro, poesia e desta vez, o congado. “Ele foi criado para isso, para acolher as diversas linguagens culturais, manifestações da arte, da inteligência e da cultura da nossa cidade” concluiu Ana Maria.

A programação foi inserida na 15ª Semana de Museus, promovida pelo Ibram/MinC (15 a 21 de maio de 2017). O apoio foi da Base Empreendimentos.

Invalid slider ID or alias.