Abertura homenageou o sacerdote que também foi político e incentivador econômico e social de Pará de Minas.

 

A abertura da exposição que conta a história de Padre José Pereira Coelho aconteceu nesta quarta-feira, 21 de março, no Museu Histórico de Pará de Minas – MUSPAM. Carinhosamente conhecido como Padre Zeca, ele foi uma personalidade que colaborou muito para o desenvolvimento do Município. “É muito importante divulgar sua história para que as novas gerações saibam quem ajudou a desenvolver a nossa terra. Padre Zeca, ajudou grandemente a desenvolver não só o setor religioso, como também o meio social, político e econômico de Pará de Minas” disse Ana Maria Campos, diretora do MUSPAM.

Respeitado e querido por toda a sociedade pará-minense, os religiosos diziam que eram católicos apostólicos e Padre Zeca. Como vereador, ajudou a fundar o Centro Literário Pedro Nestor, incentivando a intelectualidade, fundou o primeiro cinema da cidade e a Santa Casa de Pará de Minas, promoveu reformas significativas no Santuário Nossa Senhora da Piedade e ajudou a fundar todas as empresas têxteis da época, compondo inclusive a direção das fábricas.

Albano Pereira Coelho, sobrinho do Padre José Pereira Coelho, é aposentado e conta que seu pai doou a maior parte dos itens que estão na exposição. “Eu estou muito emocionado, por poder fazer parte dessa história. Nós sabemos que o Padre Zeca foi muito querido na cidade e eu fico muito feliz em poder ver a trajetória dele sendo contada aqui. É merecido. Ele foi uma pessoa que realmente trabalhou por Pará de Minas”, disse.

Invalid slider ID or alias.